Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

 

  

 

 FÉRIAS CONJUGAIS



Acho que estou umas boas férias merecendo...

Este descanso há tempos estou me prometendo.

Tenho pra mim que preciso mesmo descansar,

Vou para uma pousada com a natureza me encontrar!

 

De qualquer compromisso esquecer pretendo...

...Nem pense em me telefonar; eu não atendo.

Me esqueça por favor... quero total isolamento.

Ouvir você, nas férias? Juro que eu não agüento!

 

...Já se passaram vários dias... você não telefona...

Acreditou, de verdade que eu fosse tão durona?

Ligo? Será que a minha ausência ele vai sentir?

 

Alô, querido? Que saudade – ele nem quis me ouvir...

As malditas “Férias Conjugais”, quem inventou,

Foi uma besta que certamente nunca se casou!

 

*Mírian Warttusch

 

**********

 

CONSELHO DE AMIGA


Você demorou tanto a tirar essas férias,

Que sua inteligente cabeça deu um nó.

Nem aproveitou direito a natureza!

Isso é mesmo muito grave e causa dó.

 

Concordo que quem inventou férias conjugais,

É uma besta quadrada e digna de ser fuzilada.

Quem já viu uma coisa dessas?!

Quem tira férias conjugais nem devia ser casada.

 

E ainda, como se não bastasse,

Sentir saudades do distinto?

Um cabra chato e metido a engraçado?!

 

Minha amiga deixa disso!

Joga esse “sujeito” no lixo,

E trata de arranjar outro marido.

 

** Ysolda Cabral

 

**********

 

* Mirian: paulista, compositora, escritora, produtora, contadora de histórias (todas de autoria dela) ,cronista,  poetisa e minha amiga querida.

 

** Ysolda: pernambucana,  doida varrida que se atreve a fazer uma réplica ao soneto de uma grande poetisa confiando na amiga. (rsrs)

 

Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 31/01/2010
Alterado em 31/01/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras