Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


O AFAGO DO LÍRIO

De: Ysolda Cabral

 

 

 

Uma sonolência me abate,

A música entristece,

Entrego-me ao desânimo sem combate.

Lugar algum me cabe...

 

De repente algo me agita,

E em sobressalto me tira da inércia.

Alguém grita:

Hei, menina sai dessa!

 

Olho para um lado,

Olho para o outro...

 

Paro!

Sinto um perfume...
Sinto um afago...

 

Na tela do computador;

A imagem do Lírio,

Por mim fotografado.

*****

Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 19/06/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras