Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos



 

PENSAR EM VOCÊ É... 

 
(Pág. 04/04 - ÚLTIMA PÁGINA)
 
O canto do pássaro é solitário,
Estimula o meu imaginário. 
Na tarde de Sol escaldante,
Pensar em você é frustrante.

(Ysolda Cabral)

**********

79338-mini.jpg
25/03/2012 22:21 - nana okida

 
Pensar em você é carinho,
De saber da nossa amizade,
Pelo canto do passarinho,
Sabemos o quanto é verdade...

**********

P/ E-mail

Pensar em você é...
Viajar nas asas da borboleta,
pois com você aprendi
a ir ao encontro dos mesu sonhos
e sentir no rosto o Sol da liberdade.

(
Maria Helena Mendonça Quinhones )
http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=4312


**********


41122-mini.jpg
25/03/2012 22:42 - J Estanislau Filho

 
Muda o dia
Ao pensar em você
Rio de alegria
Engulo o vento até.

**********

11284-mini.jpg
26/03/2012 02:06 - MVA

 
Pensar em você é
Encher de doce o coração
No portão ir te esperar
Andar segurando sua mão

É sentir a chuva no rosto
Sentir todo o calor do sol
Encantar-me com o sol posto
Pisar na areia fina e quente
Pisar na grama fresca e úmida
Ver seu rosto mui sorridente

Pensar e você é amar. É tudo Viu?

**********


26/03/2012 08:36 - Miguel Soares [não autenticado]

 
Pensar em você é sonhar acordado 
Com você nos meus braços 
Amando e sendo muito amado 

Pensar em você é sentir o seu cheiro 
Em mim, na cama e no travesseiro
É não ter vontade de fazer nada 
Só esperar você voltar pra casa 

Pensar em você é voltar no tempo
Quando você ainda era menina 
Linda a correr pelas ruas e esquinas 
Com os lindos cabelos ao vento

Do primeiro beijo... Sinto o sabor 
Da sua boca na minha 
Ah, àquilo sim era amor! 

**********
98437-mini.jpg
26/03/2012 20:00 - veralis

 "Pensar em você é...
Lembrar do seu sorriso,
Da sua generosidade.
Dizer a você poetisa:
Pensar em você é... Saudade."


**********

50312-mini.jpg
26/03/2012 18:22 - REGINA PESSOA

Quando penso em você
Meu corpo todinho estremece
As minhas mãos aflitas
Tremem sem parar
E minha boca se abre
Num murmúrio abafado de saudade.

Quando isto acontece, meus olhos se fecham
Como a querer apagar da mente tua lembrança.
Mas ao ficar assim de olhos fechados
Fico a pensar na felicidade que perdi
Que a muito ficou enterrada no passado.


**********
Ciranda encerrada!!
Obrigada a todos que participaram.


 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 25/03/2012
Alterado em 27/03/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras