Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos




 

PRECISO DE FANTASIA
Ysolda Cabral 


 
Está chegando o Carnaval,
Será que vou precisar de fantasia?
Que tal odalisca, cigana.
Bailarina ou colombina?
Hum... Não sei...
A dúvida é mesmo cruel
Não precisa ser bonita.
E, sim, fenomenal!
 
Que nela não caiba desengano,
Tristeza ou decepção.
Que traga de detalhe
Um mínimo de verdade, alegria,
Pureza e emoção.
 
Emoção que saiba chegar
Devagarzinho, para não assustar.
E assim permanecer e se perpetuar,
Sem risco de ferir ou matar
Uma foliã despreparada,
Por não ter tido tempo
Nem oportunidade de brincar...
 
Brincar de verdade,
Sem preocupação, culpa ou saudade.
Apenas com muita vontade de pular, ousar,
E, se encantar...
Por algo que ainda,
Quem sabe,
Não poderá chegar?
 
O Carnaval é assim...
Sempre traz sonhos e planos,
Para se fugir da realidade
E, assim, se ter um pouco de total felicidade.
Mesmo que nunca mais se possa,
Ser outra vez feliz de verdade.      
                                
 **********

Do meu livro '' Apenas Poesia'' pág. 113.
 
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 15/01/2013
Alterado em 15/01/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras