Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos



A SOLIDÃO SUMIU
Ysolda Cabral
 

Do corte no pé escorre o sangue.
A ferida é dolorida e sem curativo,
só me resta torcer para que estanque.
 
As marcas deixadas pelo caminho,
não valem nada! Nenhum lance...
Lembram apenas solidão e desalinho.
 
Sofrendo numa manhã de domingo,
dentro deste apartamento vazio,
sinto a falta de um bom e fiel amigo.
 
E pondero:
Será que minha filha tem razão
quando diz que é preciso ter um cão?
 
Ah filha! Não se anime não, viu?
De trabalho, e dobrado, abro mão.
Só de pensar a solidão sumiu!  

**********

Praia de Candeias-PE
Em resposta explícita
a certo pedido de alguém :) 
Em 02.11.2014.


 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 02/11/2014
Alterado em 10/08/2016

Música: Cat Stevens I love my dog - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras