Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

as-vezes-na-vida-a-gente-precisa-aprende
Pensamento Google
barraoro.gif

NOTA DE DESPEDIDA
 

Não sou escritora, nem poetisa! Nunca fui e nunca serei. Sou apenas uma boba completa que, se deixou envolver por elogios caridosos de pessoas gentis e se empolgou ao ponto de não enxergar a sua total falta de talento e de competência para o mundo literário.

Nem quando me qualificaram de ‘’poeta prosaica’’ não percebi que o sentido era o '' daquele que não tem elevação, que é do chão, que é vulgar e corriqueiro''...

- Mas, antes tarde do que nunca... !

Agora entendo que, quando a consciência do que somos finalmente se faz luz, a única alternativa digna que nos resta, é o recolhimento ao silêncio e à nossa total insignificância.  

Obrigada por cada leitura, cada comentário e muito obrigada, principalmente, aqueles que interagiram com àquilo que eu chamava de ‘’minha poesia’’ e que, a bem da verdade, não passaram de ‘’sopas de letras’’, temperadas de momentos de alegria, de tristeza e de saudade...

À exemplo de tantas outras pessoas que por aqui passaram e foram embora, talvez pelos mesmos motivos que os meus, ou por terem perdido a segurança para escrever e compor; agora chegou a minha vez, também, de partir.

-  Contudo, parto feliz... !  Não morri.

Um carinhoso e fraterno abraço a todos, sem distinção! 

 
**********
 
Praia de Candeias-PE 
Em uma sexta-feira qualquer.
31.07.2015
Apenas Ysolda 
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor.

 
efemero-adeus11.jpg

 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 31/07/2015
Alterado em 31/07/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras