Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

12049171_917256025011579_582868212812635


Neste momento penso na noite de sono tranquilo que tive. A Vida é realmente surpreendente! Basta uma noite assim, para que tudo amanheça diferente, mudado... Voltei a sorrir escancarado pois,
 
MEU SORRISO É ASSIM...
 Ysolda Cabral
 
 
Inteiro,
Completo,
- vem de dentro -
Com vontade mesmo de sorrir.
 
Não sei sorrir forçado,
Para ser agradável, educada,
Ou coisa assim.
 
Até que tento,
Mas não contento,
E nem convenço.
 
E convencida sou,
De que sorrir
Sem ter vontade,
É mesmo muito errado
E causa dor.
 
Sorrio mesmo
É com a alma
-  de verdade -
Pois, da verdade,
Sempre sou.
 
Às vezes rio chorando
E choro de rir, sorrindo
 
E enquanto isso,
Vou levando a vida,
Assim, com alegria,
E muito bom humor

**********

Praia de Candeias-PE
Em novo e belo amanhecer
28/10/2015
Ysolda 


 
* Na foto, de 01.06.2008, que hoje volta ao perfil, clicada por minha filha Yauanna, especialmente para este site, quando aqui cheguei, com o poeminha ''Apenas Flor'', comentado pelo maravilhoso Poeta, Silvanio Alves, meu leitor nº 1.  - Obrigada, Silvanio, pela recepção de chegada! 

**********
 
Para escutar a música de fundo, que eu amo, acesse !!! 
 
http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 28/10/2015
Alterado em 28/10/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras