Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

 
Nota da Redação:
 
Eu bem que poderia haver editado esse soneto, “EU TE AMO BEM MAIS”, em minha página. Mas é que não o postei para mim. Foi ele composto para constar do  instante máximo de vivência do qrande amor da minha vida – Ysolda Cabral -, sentido não mo fazendo agora  vê-lo vadeando searas alheias à procura de seu próprio pouso, entre covinhas no rosto e brihos de beijos na borda da boca de lábios corados de mel. Eu bem que poderia apor a minha assinatura a versos tais se fosse privilégio, só e unicamente,  de minh’alma . Mas são múltiplos de dois, e como tais devem ser vividos no agora do hoje, e para sempre, em torno das partes e nas partes do todo... Te amo!
Odir Milanez da Cunha

 
EU TE AMO BEM MAIS!
Odir Milanez
 
 
Teus poros ao meu peito pedem beijos,
oscilando entre as sombras dos sentidos.
As dissenções despertas dos desejos,
engastadas às ganas dos gemidos.
 
Nossos lábios rosetam realeijos.
Ouvimos, das canções, nossos ouvidos.
Candeias apascentam-nos adejos.
Faltam versos ao vento. Ei-los vencidos!
 
Cantamos em silêncio absoluto.
Princípio sem final, sequer reclamo,
sendo apenas minh’alma o teu conduto!
 
Não sei dizer do nome que te chamo.
Só sei dizer que em meio a um só minuto
Eu te amo bem mais do que te amo!!!
 
 
JPessoa /PB
03.01.2016
oklima
 
Sou somente um escriba
que ouve a voz do vento
e versa versos veros...
 
odirmilanez.blogspot.com
http://www.oklima.net

Para escutar a música de fundo, acesse:
http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net

 
Odir Milanez
Enviado por Ysolda Cabral em 03/01/2016
Alterado em 14/06/2018

Música: FASCINAÇÃO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras