Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

 
13307387_1045932208810626_50803674235917
 
 
 
SÁBADO ACONCHEGANTE
Ysolda Cabral
 
 
 
Sábado lindo de Sol que ilumina tudo, e traz de companhia, um friozinho, pouco comum, que nos convida a ficar em casa,sem fazer nada, apenas desfrutando dele e do precioso e raro silêncio. Entretanto, algo me incomoda, tira o meu sossego, me intriga... Onde, num dia assim, estariam os passarinhos?... Sumiram? - A Pousada está literalmente parada e sem hóspedes! Nem o Sibite apareceu!... O Mar, em três dimensões, nítidas em suas cores; azul, verde e champanhe, resultante da madrugada chuvosa, não exibe suas ondas!...Ah, já sei!!! É que tudo está meio quietinho para poder desfrutar desse amigo que nunca vem aqui. Amigo cúmplice da preguiça e da comilança: o Frio, mesmo que seja "inho"... Agora já não sei se, o bocejar, que, me deixa em lágrimas, é de fome , ou de vontade de voltar pra cama...
 
 
Praia de Candeias-PE.
Em 28.05.2016
Apenas Ysolda
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 28/05/2016
Alterado em 28/05/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras