Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

13325600_1046814708722376_21553862535175


( Tela na parede de minha sala )
 
OUTRA ÉPOCA, OUTRO LUGAR

Ysolda Cabral



Chove muito desde a fria madrugada,
As ruas e avenidas estão alagadas.
Aulas suspensas, pessoas assustadas,
Árvores caindo e até muro de casas!

Poucos veículos conseguem trafegar.
- Não são barcos para navegar!
É que toda região virou tenebroso mar...
Mar de lama, de pouca vergonha.

Até quando isso vai continuar?
Para que tanta modernidade a pairar
Com tanta gente a morrer, a chorar
Por não ter como se amparar?

Queria outra época, outro lugar...
Onde não houvesse receio de ficar,
E qualquer bairro fosse bom de morar,
Onde pessoas vivessem sem tanto penar.

**********

Praia de Candeias-PE.
Coberta de pesadas nuvens
30.05.2016

Apenas Ysolda
 (Uma andorinha só não faz verão)

Para escutar a música de fundo, acesse:

www.ysoldacabral.prosaeverso.net
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 30/05/2016
Alterado em 30/05/2016

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras