Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

gggggggggggghujjhgjg.jpg
Foto  Google



NÃO ACEITO PROVOCAÇÕES
Ysolda Cabral
 
 
E por falar em São João... Eu me sentia, no último domingo, meio perdida pelas vias e veias da minha ''casa'', quando decidi esquecer esse por menor e liguei a TV...

Nos canais a cabo os mesmos filmes se repetiam; noutros, os mesmos musicais, e quanto aos demais não me despertaram, sequer, a curiosidade de saber o que transmitiam. Fui direto para o canal de música, dei enter no de forró, e me sentei, sem acreditar que estava fazendo isso! - Meu Deus do Céu, como eu estava mal! Ficar sentada escutando um forro?! Decididamente não era eu!

Pensei na minha Caruaru querida e na sua alegria, bem maior este mês. Senti uma pontada no peito de saudade... Então pensei: no próximo final de semana estarei por lá e ninguém vai me segurar. - Vou dançar até não querer mais!

Pronto, não me sentia mais perdida e já começava a fazer as malas, em minha mente, lembrando que Caruaru nesta época do ano faz frio e como esse frio é gostoso! É um frio aconchego... A cidade toda fica mais disposta, mais animada, mais bonita e tudo para homenagear os Santos Antônio, João e Pedro.

Ah, e como tem bolo, canjica, pamonha, milho assado e cozido! Pé de moleque também tem. Tudo em quantidade infinita e do tamanho que passa do tamanho do mundo.

- As fogueiras? As fogueiras chegam até o Céu, bem na porta das casas dos santos aniversariantes que agradecem felizes.

Cidade nenhuma no mundo faz uma festa tão linda, tão grande e tão animada e com duração de 30 dias, sem interrupção! - Somente Caruaru mesmo! Dá gosto a gente ver e participar!

Repleta de orgulho da minha terra, toda feliz e cheia de animação, voltei a ligar a TV e não sei por que cargas d'agua, dei de cara, justo com o programa do Faustão – com licença da palavra.

Não sei o que se passava por lá. Só sei que vi a bela Lucy sanfoneira, paraibana e também, agora, de repente atriz, vestida num vestido escuro, sério e curto demais para o tipo de modelo. Para piorar, prendia o cabelo num coque pra lá de esquisito. Fiquei pensando que uma sanfona não iria lhe cair bem de jeito algum!

- Gosto da Lucy, gosto de vê-la cantando, tocando. Acho que ela é o máximo! Quero dizer achava, gostava... Não acho mais nada e não gosto mais! E, nem que a vaca tussa eu volto a gostar dela!

Sabe o que ela falou para o talzinho lá? - Que o São João de Campina Grande era o maior e melhor São João do mundo. Ai, o talzinho observou: '' E não é o de Caruaru não?'' - (Até gostei dele nesse momento...) Ela, toda serelepe e se achando, respondeu: ''O de Caruaru é bom! Mas, o maior e melhor São João do Mundo é o de Campina Grande." - Repetiu!

Desliguei a TV na cara dela e nunca mais quero saber de Lucy nenhuma!
 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Indignada com Lucy
Em 08.06.2016
Apenas Ysolda

**********

 
Atenção! 
 
Em destaque o comentário que o jovem Adv. Kelvin Bongo, nobre e expressivo membro, do Grupo ''País de Caruaru'', no FaceBook, fez para a crônica em tela! Por sua relevância, bem como, para não se perder naquele ''mar azul'', fiz questão de transcrevê-lo, na íntegra, para Aproveito para registrar sinceros agradecimentos. 

''Em apertada síntese, o São João de Campina pode até estar (não ser) melhor que o de Caruaru, visto que em Caruaru se insiste em trazer atrações que não demonstram relação com nossa cultura.

Porém, enquanto o São João de Campina Grande se resume ao Parque do Povo, Vila do Artesão (só pra visitação), Sítio São João (montagem cenográfica aberta das 11h as 22h) e Locomotiva Forrozeira, só nos resta a indagação: será que isso é MAIOR que o São João de Caruaru?

Vejamos:

O País de Caruaru (que me permitam José Condé assim chamar) tem o Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga contando com o palco principal e ainda o Forró do Candeeiro; uma Vila Cenográfica ENORME (Estação Ferroviária), aberta 24h por dia, os 7 dias da semana, dispondo de diversos bares e restaurantes com comidas regionais e típicas, comportando o Polo de Quadrilhas e ainda o Polo Alternativo, com parte da estrutura posta à disposição dos turistas e caruaruenses durante todo o ano; e temos ainda, dentro do País de Caruaru, o País do artesanato de barro: pois é, quanto ao Alto do Moura não preciso falar muito, uma vez que este é o MAIOR Centro de Artes Figurativas das Américas, reconhecido pela UNESCO, que conta com diversos ateliês dos artesãos locais reconhecidos internacionalmente, com o Museu Casa do Mestre Vitalino, bares e restaurantes com comidas típicas e regionais, um próprio polo de animação durante o mês de junho, casa de show de fama nacional (Sala de Reboco)... ah, é tanta coisa que eu digitaria um livro só para descrever. Mas por fim, resumindo e só para analisarmos o tamanho do São João de Caruaru, tenho uma coisa a dizer: o tamanho do nosso São João é equivalente ao tamanho de nossa cidade com todos os seus bairros e suas COMIDAS GIGANTES; ou seja, o São João de Caruaru movimenta toda a cidade, então, é com certeza o maior São João. E sendo o MAIOR também é o MELHOR! Até porque, o País de Caruaru é também a Capital do Forró!''
 
**********

Para escutar o forró de fundo, acesse: 
www.ysoldacabral.prosaeverso.net
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 08/06/2016
Alterado em 10/06/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras