Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

160328164725_impaciente_624x351_thinksot


TOLERÂNCIA ZERO
Ysolda Cabral 

 

Minha irmã caçula, irada com a minha mui amiga e companheira, a Insônia, convenceu-me a afastá-la de mim, por julgá-la não ser boa companhia e em nada camarada. Para tanto, enviou-me um comprimido pra dormir, que me pareceu pequeno demais para tal empreitada. - A não ser que o tamanho fosse para enganar os menos desavisados... E aí é onde mora o perigo...

Morro de medo desse tipo de medicação, apesar de  minha irmã garantir não haver nenhuma contra indicação, etcétera e tal, tendo, apenas, recomendado que eu, ao tomá-lo, cuidasse de relaxar bem e me entregasse, suavemente, à espera do sono - que logo chegaria, de onde quer que tivesse ido.

Então, dividi o comprimido em quatro pedaços e tomei um – um nadica de nada!... Liguei o ar-condicionado do meu quarto, para ir esfriando enquanto tomava banho. Depois, já de dentes e cabelos escovados, de camisola nova, bem bonita e perfumada,  fui me deitar, parecendo mais uma noiva à espera do noivo, na noite de núpcias!...

Com o abajur aceso (sem ser lilás), proporcionando uma penumbra suave e acolhedora, deitei-me e fiquei bem quietinha, conforme a orientação de minha irmã, à espera. Espera essa que eu ansiava há vários e vários dias, diga-se de passagem.

Pensei, inclusive, em ficar escutando uma musiquinha, mas desisti da idéia. Ela poderia me distrair e me fazer perder a chegada do Sono. - Isso eu não poderia deixar acontecer, de jeito algum! Imagine! 

E as horas foram passando, propositadamente devagar! - Odeio quando o Tempo faz isso!...  Quando eu já começava a ficar dormente por estar na mesmo posição há mais de duas horas, dei um pulo da cama e corri para a geladeira! 

 Quem chegou foi a fome, e com força total!

No dia seguinte mandei uma mensagem para minha irmã perguntando se o tal medicamento dava fome. Ela, muito braba comigo, respondeu: ''Claro que não, Ysolda! É sua cabeça que só pensa em comida. Procure um médico especialista! Não lhe mando mais remédio algum!"

- Que coisa! Eu só estava brincando! Afinal, depois que fartei a fome, o remédio fez efeito que foi uma beleza!..

- Ô minha irmã! Manda outro, pois já tomei os quatro pedacinhos, dormi à farta, e até uns quilinhos a mais eu ganhei!  

 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Na luta contra a Insônia
Em  20.06.2016
Apenas Ysolda 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 20/06/2016
Alterado em 21/06/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras