Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

13502114_1060942270642953_70893414380618


Eu, na foto, clicada por minha filha Yauanna Cabral Cavalcanti


CARUARU - A ''PRINCESINHA DO AGRESTE''
Ysolda Cabral

 
 
Linda, colorida e cheia de luz ela dormia serena e silenciosa quando chegamos aos seus domínios, no último domingo de manhã. Confesso que fiquei receosa de que acordasse e não gostasse de ver a mim e a minha filha, passeando pelos seus belos e alegres arraiais, já limpos, àquela hora da manhã, e prontos para mais uma noitada junina de comilanças e arrasta pés.

O Sol, ainda meio zonzo de sono, não demonstrou surpresa com a nossa chegada e nos envolveu num abraço caloroso de boas vindas. A Brisa, toda faceira, alegre e contente nos recepcionou com o seu sopro perfumado de manhã. - Adoramos e agradecemos!

Com bastante cuidado para não acordar a ''Princesinha do Agreste'', tiramos algumas fotos para registrar a nossa visita, e antes que ela acordasse, nos despedimos do Sol, da Brisa e fomos embora.

Saí de lá me sentindo um tanto quanto estranha... Fato observado por minha filha, inclusive. Tão estranha que foi difícil achar a porta de saída. - Creio que pela ausência de uma melhor sinalização para a nova geografia... 

Depois de muita peleja consegui, finalmente, pegar a rodovia no sentido certo para voltar à minha Candeias. Ao meu lado, confiante, minha filha se encantava com a bela paisagem que íamos deixando para trás.

No retrovisor avistei uma Caruaru que eu jamais sonhei avistar um dia... Crescida e cheia de arranhas céus. Não é mais a ''Princesinha do Agreste, '' é ''Rainha'' e tão desconhecida para mim!

Não sei se a pontada no peito foi de tristeza de não ter acompanhado o seu crescimento, ou se foi um alerta das minhas artérias coronárias, me dizendo precisarem de mais stentes, ou mesmo de uma ponte...

Mas, o fato é que,  a cidade em que nasci não existe mais!

 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Na véspera de São João
Em 23.06.2016
Apenas Ysolda

Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor.  


http://fugindodocontexto.blogspot.com.br/
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 23/06/2016
Alterado em 18/10/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras