Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


13590344_1068678786535968_44307516407568


TORMENTO
Ysolda Cabral


De repente o branco vem a tona,
Ofusca e confunde o pensamento,
E a pouca inspiração vai a lona,
Apenas com o sopro do Vento.

 
O branco é tanto que se soma,
A tristeza infeliz do momento,
Mantendo a inspiração em coma,
E a alma em grande tormento.

Mas, hoje é sexta-feira e a Lua,
Também está branca e sozinha,
Nenhuma Estrela por companhia.

Mesmo assim ela ilumina a rua,
Revelando da solidão a poesia.
Eu retribuo com a minha alegria.

**********
Composta numa sexta-feira qualquer...

Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
 tristeza, ou saudade, sem pudor.






 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 04/07/2016
Alterado em 10/08/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras