Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


600--teste_fisico_1606doze.jpg
 

FÉRIAS - EM TOUR SAÚDE
Ysolda Cabral

 
 
Bem, como eu iria sair de férias e sem possibilidade alguma de viajar, resolvi fazer um ‘’Tour Saúde’’, até porque já estava passando do tempo. Nele estariam presentes, como roteiros principais, um Ergométrico e uma Cintilografia Miocárdica.

Tratei logo de comprar um par de tênis que oferecesse liberdade aos meus tendões de Aquiles e com bons amortecedores. Depois de revirar todas as lojas especializadas nesse tipo de sapato, encontrei um que, ao experimentá-lo, senti ter encontrado o par ideal para os ‘’passeios’’ que haviam sido programados pelos meus ‘’agentes de viagem’’, Sérgio Martins - cardiologista,  e  Mirandolina Ramos - clínica.  

As férias chegaram, e,  logo no primeiro dia, acordei animada para o primeiro ‘’passeio’... O Ecocardiograma!  Na ânsia de calçar o tênis novo que, desde comprado, alimenta em mim o sonho de poder voltar às caminhadas; confundi o Ecocardiograma, com o Ergométrico o qual,  nem foi incluído no roteiro!

Toda vestida para malhar pesado, de meias soquetes, e, claro, calçada com os meus lindos, caros e confortáveis tênis; prendi os cabelos, num coque bonito e bem charmoso e lá fui eu fazer o exame,  toda faceira e me achando o máximo.

Quando cheguei à clínica senti atrair vários olhares. – Não dei importância, mesmo considerando o tempo ter passado, posto que, aos 20 anos, onde quer que eu chegasse isso acontecia e pior; muitos me pediam autógrafo. Fato que, no começo eu ficava meio incomodada, depois me acostumei. Diga-se de passagem.  

Fiquei por ali e de vez em quando ia lá fora somente para testar os sapatos. Até que chegou minha vez...

Ao entrar na sala do exame, não vi a esteira e achei estranho... Uma enfermeira se aproximou e me disse para tirar a blusa, o top e vestir uma horrorosa mini blusa, de fazenda grosa, na cor cinza, a deixando aberta na frente. Depois de pronta disse para eu me deitar numa cama, tipo maca, ficar de lado, virada para a parede e aguardar o médico que nunca havia visto na minha vida. – A ficha caiu! Não era o Ergometrico. Era o Ecocardiograma! 

Tentando disfarçar o meu desapontamento, perguntei à enfermeira, debilmente, se precisava também tirar o tênis. Ela olhou para mim, demonstrando compreensão pelo ‘’lance’’ especial entre mim e ele, e disse que não. Aí foi que me senti mais ridícula! Contudo, aliviada.

O exame começou e, enquanto o doutor examinava o meu coração, e as Carótidas, oxigenando o meu cérebro; eu tentava me recompor do vexame e dos olhares do pessoal lá da sala de espera, para onde eu teria que voltar e ficar até que o resultado do exame me fosse entregue, ocasião em que, seria encaminhada à sala do meu cardiologista.

Depois de um tempo que me pareceu séculos, o resultado saiu e a recepcionista disse que o Dr. Sérgio Martins me aguardava. Ao entrar em sua sala, antes mesmo de lhe cumprimentar, fui logo avisando: nada de gozação, doutor! Estou amaciando o tênis para o próximo ‘’Tour Cintilográfico’’.

Ele sorriu, apaziguando... Depois de olhar o resultado do meu exame, que achou ótimo, me desejou boa sorte no próximo. 


 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Em 13.07.2016
Apenas Ysolda  
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 13/07/2016
Alterado em 13/07/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras