Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

13082617_1022795874457593_86238958711470



MINHA DESLAVADA CARA
Ysolda Cabral
 
 
Olhando bem para essa minha cara, repleta de sorriso amarelo, que  não suaviza as marcas do Tempo; sinto até certo consolo... O consolo dela  trazer estampada a minha ALMA. Alma inquieta, porém bela! Gosto dela... Sem transtorno, facilmente esquece os desencantos e perdoa os desafetos, cada dia mais santos. E, são tantos!... Quando magoada, não sabe magoar... Sabe chorar e em qualquer lugar chora a cântaros! E, nesse choro que rega a sua aura, brotam flores de sentimentos cada vez mais nobres e verdadeiros. Porém, humildes e que insistem sempre  em mandar o seguinte recado à "sorridente"  Ysolda: '' Ei, não esquenta! Fica fria que a Vida é boa!" 


**********
 
Praia de Candeias-PE
Em devaneios tolos
Em 19.07.2016
Apenas Ysolda

 
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor.

Para escutar a canção de fundo, acesse: 

http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net


 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 19/07/2016
Alterado em 10/08/2016

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras