Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

Em reedição a pedidos...

como_combater_tristeza_maneira_natural.j 

SANTUÁRIO
Ysolda Cabral 


O santuário foi violado
Fato imperdoável
Invasão de fato
Quem será imputável?

Não há penitência
Não há sermão
Que traga o perdão

O mal é irremediável
A perda é incontestável
O sentimento é recolhido
A um santuário desconhecido

Para ser guardado
Em local protegido
Para não ser mais violado
E finalmente esquecido.

******

Praia de Boa Viagem/PE
16.03.2013
Apenas  Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor.



941097_476903135713539_576158411_n.jpg?o


SANTA SORRISO
Odir Milanez 

O meu santuário
entreaberto estava.
Sacrilégios dos sacrilégios!
Uma santa faltava.

A santa que eu mais amava,
aquela a quem mais rezava,
faltava em meu santuário!

Círius críveis acendi!
aos céus doudejei meus braços,
rezei rezas aos espaços,
dos erros  me arrependi,
por eles perdi perdão.

Os joelhos postos no chão,
ajoelhado adormeci,
do tanto que me cansara.

Desperto, e logo diviso: 
a minha Santa Sorriso,
ao santuário voltara! 


JPessoa/PB
16.03.2013
oklima

Sou somente um escriba que escuta
a voz do vento e versa  versos de amor...


 
Ysolda Cabral e Odir Milanez
Enviado por Ysolda Cabral em 16/03/2013
Reeditado em 26/08/2016
Código do texto: T4191430 
Ysolda Cabral e Odir Milanez
Enviado por Ysolda Cabral em 26/08/2016

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras