Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

 15036279_684901285009045_783619972117920

Foto: Ysolda 

ROSTO DE MULHER 
Ysolda Cabral 
 
 
Por volta das 10 horas, da manhã de hoje, quando descia apressada a rampa do EDA – Escritório de Direitos Autorais, onde fui dar entrada no pedido de registro de uma canção que compus há longo, longo tempo; um perfume me deteve. Fechei os olhos e aspirei a fragrância pura e angelical que me levou de volta ao Tempo de quando compus a canção que acabara de registrar.

Meio confusa e emocionada, senti as lágrimas molharem o meu rosto. Entretanto, não era o rosto de agora, era o meu rosto de menina. Foi como se visitasse, mais uma vez, o meu passado...

Até que abri os olhos, e eis que me deparo com as mesmas flores que estavam no meu passado há pouco visitado.

- Tão lindas, tão cheias de vida e tão perfumadas! ...

Quanto a menina, eu não sei!  Mas, a alegria e a leveza que senti, me disseram que ela não havia, de todo, ido embora.

Mais que depressa tirei o espelho da bolsa e o que vi nele refletido, foi um rosto integro e feliz de uma simples mulher que tem a sensibildiade aguçada e sabe o quanto a Vida vale a pena, apesar de todas as decepções e dificuldades.
    

**********
 
Praia de Candeias-PE
10.11.2016
Apenas Ysolda 

Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor.


www.fugindodocontexto.blogspot.com.br
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 10/11/2016
Alterado em 11/11/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras