Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

?id=804493&maxw=495&maxh=660


 
O QUE FAZER POR UM ÍDOLO
Ysolda Cabral 

 
Homenagem? Mensagem de agradecimento? Uma carta?  Uma poesia? Uma tentativa de soneto...?

Afinal, como escrever sobre uma pessoa que admiramos tanto? O que dizer a um ídolo? O que dizer a um amigo tão inteligente, tão brilhante, tão sensível, tão belo, tão querido e tão generoso?
 
Hoje tive um dia bastante corrido, com muitos afazeres, preocupações e aborrecimentos.  Entretanto, havia algo a mais que me incomodava e pedia que eu parasse para refletir sobre as coisas boas que Deus tem me enviado de presente e eu, filha ingrata, não tenho parado para agradecer. Resolvi fazê-lo agora e publicamente.
 
É importante ressaltar que, estou no Recanto das Letras há pouco mais de três anos, escrevendo e lendo maravilhosos poetas e escritores, cujas leituras só me engrandecem, ensinam e estimulam a querer escrever cada vez melhor. Relacioná-los seria bem complicado, por motivos óbvios;
 
Evidentemente, sempre tem um que se faz mais presente, mais especial no ''Mundo Poesia'' da gente.

Ele é aquele que estimula, orienta, inspira e que, principalmente, nos ensina através daquilo que escreve e compõe.
 
Falo do maravilhoso poeta Odir Milanez, o nosso Oklima, aquele que escuta a voz do vento,  o qual tem me presenteado com poemas lindos. Sua generosidade é tanta que não se importa em dividir a sua genialidade com a minha simplória poesia – tantos duetos já compomos, não é verdade?
 
- Quanta emoção!
 
Escrever ou compor uma poesia que mereça a atenção, a aprovação e interação de um poeta da grandeza do Odir Milanez, para mim um dos maiores poetas da atualidade, é tudo o que eu jamais esperei.
 
Agradeço a Deus por você ter chegado tão de mansinho no meu  ''Mundo Poesia''  me proporcionando  tantas surpresas boas e tantas alegrias, ao mesmo tempo em que, rogo a Ele continuar merecendo a sua atenção, bem-querer e parceria.
 
Permita-me beijar-lhe às mãos, pois são com elas que você divide com a gente todo o seu talento, a beleza de sua alma e do seu coração.

Sua parceira literária, com super orgulho,  

 
Ysolda Cabral
 
**********
 
E.T. Para conferir o que afirmo, é só clicar no link abaixo:

http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=34175

________________________________________________________

Nota: 

A bem da verdade, escrevi e publiquei esta homenagem no ano de 2012. Contudo, o Poeta, mesmo meio acanhado e avesso a esse tipo de gesto, me enviou, por e-mail,  um soneto retribuição. Hoje, numa conversa ao celular, sobre os nossos duetos, ele observou que eu não o tinha publicado. Disse isso até meio sentido... Para tentar corrigir a minha imperdoável falha, republico a homenagem, desta feita, com o belíssimo presente e qualificando a publicação como dueto.  

- Ah, meu Poeta querido, você pode me perdoar?  Veja, nesses quatro anos o meu pensamento sobre você só se firmou, viu? 



________________________________________________________


 
Resultado de imagem para ysolda cabral
 

Foto escolhida pelo Poeta para ilustrar o soneto
 

HOMENAGEM AO TEU SORRISO
Odir Milanez
(À poeta Ysolda Cabral)
 
 
Poeta tento ser, mas não me é dado
saudar-te num soneto arcaico, antigo,
pois me vejo em meus versos mais que amigo,
em cada credo escrito e confessado.
 
É fácil se dizer “muito-obrigado”.
 tão fácil que me omito, que não digo.
Eu prefiro, em silêncio, dar abrigo
ao amor, que em meus versos hei sonhado...
 
Eis que me vem de ti essa homenagem,
que me faz mais fiel ao teu sorriso
e mais imensa, em mim, a tua imagem!
 
E do sorriso teu como preciso,
para seguir da vida na viagem,
até chegar do sonho ao paraíso!
 
 
JPessoa/PB
12.10.2012
oklima

*************************************

Praia de Candeias-PE
 15.11.2016
Ysolda e Odir 
 
Ysolda Cabral e Odir Milanez
Enviado por Ysolda Cabral em 15/11/2016
Alterado em 15/11/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras