Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

Resultado de imagem para simplicidade

Imagem Google 


UM POUCO DE MIM
Ysolda Cabral 

 

Sou meio esquisita mesmo - quando penso assim até acredito ser de alguma forma intima da poesia... Risos _________ Mas, o fato é que, quando cismo com alguma coisa, ou foi, ou é, ou estar para acontecer. E, ignorando todos os avisos, todos os alertas, vou dando crédito e vou me endividando, e, vou me comprometendo por coisas que não tem nada a ver comigo e nem muito menos merecem os meus crédulos créditos. - Ah, cabeça louca tenho eu! Contudo, não mais que de repente, a luz se faz, de maneira tão clara e tão nítida que, dou um basta, pago a dívida, esqueço definitivamente o péssimo ''investimento'' e sigo em frente sem olhar para trás. Quando digo que sou sincera, estou dizendo que sou verdadeira, sou leal , porém jamais injusta ou mal educada, e, de uma coisa todos podem ter certeza; sei quando erro e sempre procuro me redimir. Também sei aprender com os meus erros para tentar não repeti-los. Isso me lembra que, quando eu era criança mentia muito, mentia mesmo pra valer e fazia mamãe ficar muito brava comigo por conta de minhas mentiras. Creio que é por esta razão que, depois de adulta, fico possessa quando mentem para mim. E é assim que também sou. Sou dada a simplicidade, não dou a mínima para aparências e acho que a maior riqueza que devemos cultivar é o nosso caráter. 
 
Praia de Candeias-PE
19.11.2016
Apenas Ysolda

Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade,  sem pudor.

 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 19/11/2016

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras