Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

15337552_702073883291785_474738464354233



DIA BOM
Ysolda Cabral
 
 

No todo do dia bom,
Algo me fez perder o tom:
Um hiato advindo da tristeza.
Onde estariam o frescor e a beleza?
 
Gosto amargo na boca de batom.
Paisagem e eu sem emitir som!
No olhar de saudade e de surpresa;
Toda a minha emoção e estranheza.
 
Senti receber um aviso. Tenho esse dom!
Para que as cores não percam os tons;
Precisamos cuidar da Mãe Natureza
Com mais empenho e mais delicadeza.
 
E mesmo diante de tanta tristeza,
Não deixei de perceber a grandeza
Da paisagem, quase sem cor e som,
(Sob um lindo Céu de nuvens brancas)
Na BR 232, em um dia especial e bom.
  

**********
 

Praia de Candeias-PE
Em 11.12.2016
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri, de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor. 
www.fugindodocontexto.blogspot.com



******
*  Por ocasião da ida ao Encontro do
''Grupo País de Caruaru'', . 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 11/12/2016
Alterado em 11/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras