Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

A imagem pode conter: oceano, céu, atividades ao ar livre, natureza e água

Imagem Google 



DECLARAÇÃO DE AMOR
Ysolda Cabral

Amo tanto amar o Mar!
Ele me faz navegar,
Em mares de Poesia...

Toda noite e todo dia,
Com tristeza ou alegria,
Ele me faz viver a sonhar.

E enquanto a Vida se renova,
Vou cantando a minha lira, 
Com simplicidade na prosa.

*****
Praia de Candeias-PE
14.01.2017
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor.



Resultado de imagem para casa de sapê com ipê amarelo

(Imagem do Google)

AMO VOCÊ

Odir Milanez
  
Amo tanto você!
Sem saber o por que
de tanto amor em mim!
 
Se o meu olhar não lhe vê,
nem verso o vento me dê,

marulho amor mesmo assim.
 
Diz-me, Candeias, cadê
aquela que a minh’ alma lê,
sendo início, meio e fim?
 
E enquanto há vida no ipê,
frente à casa de sapê,
eu a visto de jardim!
 
JPessoa/PB
25.03.2017
oklima
 
Sou somente um escriba
que escuta a voz do vento
e versa versos de amor...


www.fugindodocontexto.blogspot.com

Para escutar a cançãod e fundo, acesse:
www.ysoldacabral.prosaeverso.net


 
Ysolda Cabral e Odir Milanez da Cunha
Enviado por Ysolda Cabral em 14/01/2017
Alterado em 25/03/2017

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras