Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, óculos de sol, chapéu, atividades ao ar livre, água e natureza


POEMA DEDICADO
Ysolda Cabral 


Ele é sedutor, maneiro e abusado!...

Finca pé, tal qual menino mal criado,
quando  diz eu quero, porque quero
uma poesia, com minha foto, dedicada,
bem postada, em sua página!
 
- Ah, musa ingrata!...
Vivo a versar o seu sorriso,
em sonetos caprichados,
e para mim, não tem nada!
Nenhum mísero versinho?...
 
Para o Mar de Candeias,
e para os passarinhos,
belas poesias não faltam!
Agora finquei pé e estou descalço.
Daqui não saio sem um versinho!
 
E é bom caprichar no que vai dizer! 
Não quero ficar avexado...
Esqueça a métrica e a rima!
Faz do seu jeito! Eu gosto. É arrojado!
Só diz que me ama e pode parar por aí!
O dia está lindo e eu me sinto menino,
sonhando em tê-la ao meu lado.

**********

Praia de Candeias-PE
31.01.2017
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri, de alegria,
tristeza ou saudade sem pudor.
www.fugindodocontexto.blogspot.com.br

Para escutar a canção de fundo, acesse:
www.ysoldacabral.prosaeverso.net 


 
Aí está, meu Poeta amado, preferido, meu parceiro literário,  uma poesia ''Ysoldiana''  somente para atender ao seu pedido e lhe fazer sorrir.  Obrigada por você fazer toda a diferença na minha vida. Que Deus lhe dê muitos e muitos anos mais de inspiração e que este meu sorriso, que é seu, continue a lhe inspirar vida afora em sonetos cada vez mais lindos. Com admiração, Ysolda Cabral.   
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 31/01/2017

Música: Indiana Jones - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras