Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

A imagem pode conter: céu, oceano, árvore, atividades ao ar livre, natureza e água

Praia de Candeias - Foto de Yauanna Cabral Cavalcanti



CONCERTOS DO AMANHECER  
Ysolda Cabral 



Hoje, nem havia clareado, quando acordei. Permaneci na cama bem quietinha, mas ansiosa a espera do concerto dos passarinhos, para poder me levantar e aplaudir o maravilhoso espetáculo do amanhecer, agradecer e começar o meu dia.

Logo, uma tênue penumbra, acariciou a janela do meu quarto, e escutei os primeiros acordes da introdução, advindos das ondas do Mar, para que o meu coral preferido começasse a apresentação em tom maior. - E não é que começou, no primeiro Raio de Sol que, se levantou, preguiçosamente, na linha do horizonte! - Como é lindo o musical do amanhecer em Candeias! 

Contudo, penso que a minha missão por aqui está completa e até já passou a hora de voltar, com minha filha, a residir novamente mais perto da nossa família. Mas, fico protelando, protelando, e aqui estamos há quase quatro anos, quando a pretensão era passar apenas um. - É difícil me separar desse pedacinho do Céu, que adora se fingir de continuação do Mar, para me confundir. - Tudo por conta de ciúme! Ciúme infundado, naturalmente.

Mas, o fato é que, ando a vislumbrar que o dia da volta está próximo. Até porque o concerto dos passarinhos, anda sendo abafado pelo enlouquecedor ''concerto'' do trânsito, que não tem conserto, beleza e/ou poesia, e que nos impõe apresentações de, praticamente, vinte e quatro horas, diariamente, sem parar. - Isto sem falar nas queimadas de lixo que as pessoas fazem por aqui, como se aqui não houvesse coleta de lixo. - Pois há!  Inclusive, eficientíssima. - Tem cristão que aguente?! 

Concluo que, o ''progresso'' de Candeias, depois de Suape, me leva de regresso à bela Praia de Boa Viagem, e ao castigo de minhas crônicas prosas, começarem poéticas, para terminarem numa completa mediocridade.

- Que decadência! 

 

**********

Praia de Candeias-PE
22.03.2017
Apenas Ysolda 
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor. 

www.fugindodocontexto.blogspot.com

Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 22/03/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras