Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


Imagem Google 

O MEU DIA FOI ASSIM 
Ysolda Cabral 
 

Pela manhã, depois de dois dias de descanso, me sentindo enternecida por um Tempo indeciso que me obrigou a ficar em casa, resolvi compor poesia. - Não no celular! A poesia composta no celular me parece sem alma, descomposta... Sei lá!

Gosto de escrever no papel e sentir a suavidade e delicadeza com que recebe os versos capengas que vou lhe confiando. Contudo, no computador, acho melhor. - É que adoro imprimir o meu pensamento em seu teclado, vê-lo concretizado na tela, de onde o envio para o mundo. Fazendo tudo isso em companhia de minhas canções prediletas.

Mas, enfim, com o Tempo indeciso, me sentindo inspirada, descansada, desliguei o celular, para não perturbar, e ao visualizar o cursor na tela, a pulsar no mesmo compasso do meu coração, fiquei tão feliz! - Entretanto, logo fiquei triste: o PC havia voltado da autorizada sem som.

 – Como escrever, compor, fazer alguma coisa, sem música?

Liguei para o técnico e ele me mandou baixar um programa para que o PC "voasse", pelo espaço virtual, até o dele, e assim, ser consertado de lá mesmo.

Enquanto o PC  "voava" silenciosamente, fui até a geladeira pegar um copo d’agua, e ao voltar para onde eu estava,  quem bebeu água foi o teclado, e justo na hora que o PC pousava ruidosamente de volta para mim. - A essas alturas quem voou foi a minha inspiração.

O dia passou, a noite chegou, a poesia não aconteceu... O Silêncio que paira no ar suplica orações por nossos irmãos que estão sob ameaça dos furacões Irma, Kátia e José.

O dia não rendeu poesia, nem poderia, mas rende agora muita oração.

 
**********
 
Praia de Candeias-PE
09.09.2017
Apenas Ysolda
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 09/09/2017
Alterado em 09/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras