Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, céu, crepúsculo, atividades ao ar livre, água e natureza

Imagem Google 


O CAMINHO DE CASA 
Ysolda Cabral


 
Num pulo ligeiro, tal qual menino travesso, um gato ligeiro, gargalhando pura alegria, saúde e liberdade, pegaste um floco de nuvem branquinho e me deste, como se floco de nuvem fosse flor.

Em minhas mãos, do lindo e inusitado presente, ainda sinto o frescor dês que, o guardei no coração como meu bibelô mais precioso.

O dia mal começara e já brincávamos na areia da praia, envoltos de Céu e Mar do mesmo tom de azul... Nada falávamos. - Não precisava!

Sorríamos com o Vento que se ocupava em recortar as nuvens, em flocos, para as flores que me davas, enquanto assanhava os nossos cabelos.

Ali ficamos até a hora do Ângelus quando juntos rezamos a Ave-Maria e foi aí que tudo mudou...

A noite se fez mais bela e brilhante de Estrelas, só porque entre elas brilhavas tu.

E, entre o brilho de Estrelas e de lágrimas, foi difícil encontrar sozinha o caminho de casa.

**********

Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
Tristeza, ou saudade, sem pudor.
 

www.fugindodocontexto.blogspot.com.br

Para escutar a música de fundo, acesse:

 
www.ysoldacabral.prosaeverso.net

 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 18/01/2018

Música: FASCINAÇÃO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras