Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

Resultado de imagem para sibite


Imagem Google
 

MAIS UM ENCRENQUEIRO NO PEDAÇO
Ysolda Cabral 
 
 
 
Acho que estou ficando velha, louca e muito encrenqueira, ou não. Mas, o fato é que estou perdendo a paciência com muita facilidade. A bem da verdade, nunca fui muito chegada a essa qualidade. Mas, vamos e convenhamos! Hoje em dia a gente é obrigado a ver e escutar cada uma! Ler, já não digo, pois lê quem quer. - Eu não leio porcaria!
 
Sou do tempo que existiam boas maneiras e a educação doméstica funcionava que era uma beleza! Por exemplo: nunca vi meu pai sentar à mesa sem camisa, ou receber alguém em nossa casa assim. Hoje é muito comum você se deparar, nas redes sociais, principalmente, com fotos de homens de meia idade de peito nu - e nem cuidados e/ou ''sarados'' são.E, mesmo que fossem! Eu acho muito constrangedor. - Que falta de bom gosto, de compostura! Alguns até se deixam fotografar na companhia das esposas maquiadas e muito bem-vestidas. - Verdadeiro disparate! Entretanto, como cada um é cada um, e eu não tendo nada com isso; sigo em frente perfil afora.
 
O fato é que, de uns tempos para cá, eu ando é mais seletiva nas minhas amizades e um pouco mais observadora. Se não tiver educação, respeito e boas maneiras não serve para ser meu amigo, ou amiga. É por isso que cada dia me isolo mais. Ando muito decepcionada com as pessoas. Até com o meu amigo Sibite! - Pois não é que o flagrei encrencando com um falcão só por que o coitado pousou no parapeito do prédio vizinho! … Foi assim: eu estava colocando a roupa no varal – odeio fazer isso – quando, pelo janelão da área de serviço do meu apartamento, vi o falcão no alto do prédio vizinho pousado, descansando sem incomodar ninguém. Estava lá tranquilo, apreciando o Mar e as redondezas, quando Sibite partiu para o ataque. - Coisa mais inexplicável!
 
Fiquei triste, muito triste! Jamais pensei que Sibite pudesse ser tão encrenqueiro e tão agressivo. - Ora, se nem tamanho tem! Perdi a paciência e dei-lhe um grito. Ele sibilou bem junto a mim, e, se eu não fosse tão rápida, creio que teria me levado algum pedaço.
 
- Que tempos são esses que até os passarinhos estão perdendo o bom senso, a candura; ou seria a compostura?!

- Eu heim, que coisa! 
 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
 tristeza, ou saudade sem pudor.

http://ysoldacabral.blogspot.com.br/
 
  
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 25/01/2018
Alterado em 25/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras