Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo














QUASE FIQUEI SEM O MEU SORRISO
Ysolda Cabral 



Fazia tempo que eu não tinha uma noite de sono tão tranquila. Claro que acordei leve, descansada e muito feliz. Cheguei ao trabalho distribuindo sorrisos de bom dia para todo mundo. Confesso que alguns sorrisos se perderam em rostos cansados, tristes e vazios; já outros se juntaram aos meus e transbordei de alegria pelo reencontro de cada manhã.

E foi assim que o meu dia hoje começou e nem, sequer, me deixei perturbar por aquele ''coleguinha'' que vive a me agradar, visando ser meu genro. - Imagina!!! Sempre que olho para ele, bato na madeira três vezes! - Sabe um cara que não serve para genro de ninguém?! ''Feio'' demais, galinha demais, enrolão demais e por aí começa o seu triste retrato. - Ah, Arnaldo!...

Até que precisei ir ao primeiro pavimento resolver uma pendência, e na volta, quando fui entrando no elevador, vi chegando uma garota que eu não conhecia, (portanto não poderia estar com raiva de mim), sorrindo lhe dei bom dia e educadamente segurei a porta para que entrasse. Ela não me sorriu de volta, não agradeceu e nem respondeu ao meu cumprimento. - Tudo bem!

Acionando o meu andar, perguntei qual era o dela e ela respondeu ser o mesmo meu. Subimos caladas. Quando chegamos, lhe fiz mais uma gentileza;  deixei que saísse primeiro e logo em seguida saí. Foi então que quase se deu uma tragédia: ela abriu a porta de acesso ao corredor e não a segurou para que eu passasse!

- Ah, se eu não tivesse um reflexo tão rápido e preciso, no mínimo teria ficado definitivamente sem o meu sorriso!

Se fiquei com raiva? - Lógico que não! Entretanto, segui pelo corredor sorrindo e cantarolando baixinho uma canção que cantava para as minhas ''coleguinhas'' quando eu era criança e que dizia assim: ''Tá com raiva de mim? E quem se importa? bata a cara na porta, até ficar torta...''

- E o meu dia continua lindo e o meu sorriso intacto, graças a Deus!

 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
 tristeza, ou saudade sem pudor.

http://ysoldacabral.blogspot.com.br/ 

http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net/
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 02/02/2018
Alterado em 03/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras