Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos



Candeias - Foto de Yauanna 
(Poluir um lugar desses é coisa de gente desalmada)


 
CANDEIAS - TERRA DE NINGUÉM
Ysolda Cabral

 
 
Coisas que sempre me incomodaram, começam a me incomodar muito mais. Como já disse inúmeras vezes em crônicas, pensamentos e até em poesias; não sou intima da paciência e à medida que o Tempo passa mais me distancio dela. Sim, claro que sei ser o meu caso grave e sem solução, porém não dou muita importância ao fato, e, às vezes, a vontade de ir à forra é enorme. A sorte, - não sei se minha -, é que continuo mantendo a educação em nível bom e diferenciado, graças aos ensinamentos de minha saudosa mãe, dona Dilça. Pensando assim, talvez consiga ir até o fim sem endoidar de vez... Mas, vamos e convenhamos que, aturar uma vizinhança que adora poluição sonora, e, mais ainda, poluir o meio ambiente é mesmo muito complicado.
 
- Candeias, bairro do Jaboatão dos Guararapes, no belo Estado de Pernambuco que, comumente, nas minhas publicações se torna cidade, capital, país; É TERRA DE NINGUÉM, TERRA SEM LEI!
 
Talvez por comodismo, ou por detestar mudanças, ou, ainda; por ter esperança de ver alguma coisa efetivamente mudar, é que continuo morando num lugar onde não se tem sossego, principalmente em dias de muito Sol e calor que se arrastam no Tempo, ou na fumaça do lixo que entendem de queimar sem o menor respeito à Vida.
 
- Está bem complicado viver em Candeias!
 
O Mar se distancia daquele que conheci quando aqui cheguei. Nem tenho mais vontade de nadar em suas águas e nem de caminhar, de pés descalços, em suas areias... A poesia que ele em mim despertava não me desperta mais... Tudo me parece tão irremediavelmente perdido!
 
Até os passarinhos estão se mudando das tristes e mal tratadas árvores, para as caixas de ar condicionados dos prédios, (de onde são, também, banidos), na tentativa vã de fugirem das queimadas. Quanto aos peixes; morrem muito antes de pensarem em águas menos poluídas.
 
Candeias agoniza e eu também...

 
**********
Candeias-PE
Em 28.02.2018
Apenas Ysolda 
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
 tristeza, ou saudade, sem pudor.

http://ysoldacabral.blogspot.com.br/ 

Para escutar a canção de fundo, acesse:

http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net/
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 28/02/2018
Alterado em 28/02/2018

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras