Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos


Imagem Google


SONHOS QUE PARTEM
Ysolda Cabral


Há um rufar de Tambor que incomoda, 
há um Silêncio agredido, desperdiçado.
Há uma Alma tola e sentida que arrosta,
a agonia na espera do infeliz último ato.

Há Saudade que no peito se acomoda.
Há um coração muito triste e magoado.
Há desperdício de Energia que provoca
revolta quando se distorcem os fatos.

Magoa tanto a falta de consideração! 
Deixa a emoçao tão difícil de controlar,
quando a rosa é ferida ainda em botão.

E, sem promessas de quietude no ar,
os sonhos que alegravam  o coração, 
decidem  ir embora  para não mais voltar.

**********

Praia de Candeias-PE
Em arremedo de soneto
06.05.2018
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor.

Para escutar a canção de fundo, acesse: 
www.ysoldacabral.prosaeverso.net
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 06/05/2018

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras