Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos




VESTIDA DE SEDA
Ysolda Cabral 


O cansaço do nada imobiliza.
Quero me mexer e não consigo! 
Digo que é apenas  preguiça,
por não saber o que há comigo.

Sinto que a alegria me hostiliza, 
pela eminência d'algum perigo.
O sexto-sentido é quem avisa...
Elevo o meu pensamento e sigo.

Sigo meio trôpega, meio azeda...
Mas, sigo com vontade de chegar
em algum lugar vestida de seda.

Uma seda que ceda ao sonhar
sonhos de sorrisos e se exceda;
na conjugação do verbo amar...

**********

Praia de Candeias-PE
13.07.2018
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor. 

* Imagem ilustração coletada no Google
www.ysoldacabral.prosaeverso.net
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 13/07/2018
Alterado em 13/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras