Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos









CREPÚSCULO
Ysolda Cabral


A Tarde cai bem de mansinho...
É que o Dia não quer ir embora.
Cadê o canto dos passarinhos,
e os belos cantos de outrora?

Não vi mais no Céu carneirinhos!
Nem imagem que inspira e revigora.
Na Brisa Mãe não falta carinho!...
Contudo, o Mar a detém por agora...

Ah! Cadê a canção do Crepúsculo,
trazendo em seus acordes a oração?
Tantos pecados eu sei que acumulo...

Oh, Senhor!  Preciso tanto de perdão. 
Sou mesmo um ser bem minúsculo.
Mas, considere o meu bom coração!  

**********

Praia de Candeias-PE
29.07.2018
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor. 
www.ysoldacabral.prosaeverso.net

* Imagem ilustração coletada no Google
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 19/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras