Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos





PEQUENO BAÚ
Ysolda Cabral 



Num pequeno baú de artesanato,
guardei com cuidado minha Poesia.
O Tempo deixou o baú empoeirado.
Entretanto, isso não me angustia... 

O Tempo passou, tudo mudou de fato.
Abri o baú, guarda da minha heresia,
e lá estava ela ferida, pelo meu último ato.
Emoção e culpa... Ah, essa minha estesia! 

Pensei cair sobre ela Estrelas Cadentes,
incandescentes, supostamente equivocadas. 
Pisquei e mais Estrelas caíram... Da Mente.  

Uma Mente que se revela angustiada,
se torna fonte de lágrimas ardentes...
Mas, que Fonte não pode ser esvaziada? 


**********

Praia de Candeias-PE
Reverenciando Agosto
01.08.2018
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade sem pudor.


www.ysoldacabral.prosaeverso.net
www.fugindodocontexto.blogspot.com.br


* Imagem google   
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 01/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras